A criofrequência corresponde a uma radiofrequência mono e multipolar concomitante. Isso promove um choque térmico imediato e aumenta a segurança da técnica, já que a temperatura na epiderme está mais elevada, evitando assim os efeitos colaterais como eritema transitório, possíveis queimaduras, bolhas, equimoses, cicatrizes e discromias, tendo seu uso sem presença de complicações.

 

Essa terapia é indicada para as pessoas que desejam eliminar gordura localizada, tratar flacidez facial e corporal, envelhecimento de pele e celulite. Podendo tratar todas estas necessidades ao mesmo tempo.

 

As áreas em que a criofrequência pode atuar são:

  • Face;

  • Papada;

  • Pescoço;

  • Colo;

  • Braços;

  • Costas;

  • Abdômen;

  • Flancos;

  • Pernas;

  • Glúteos;

  • E aquela terrível “gordurinha do sutiã”.

 

A sessão pode durar de 30 a 60 minutos, de acordo com o tamanho da área a ser trabalhada. Os resultados já são visíveis desde a primeira sessão, porém se faz necessário uma continuidade do tratamento, com uma média de 4 a 8 sessões, podendo realizar essas sessões semanais, quinzenais ou com intervalos de até 21 dias, sempre de acordo com a avaliação e indicação de cada paciente.

 

Para que os resultados aconteçam rápido, de forma satisfatória e perdurem por longos períodos, é importante que o paciente tenha uma vida mais saudável, com alimentação balanceada, com prática de atividade física e uma maior ingesta de líquidos.