Este é um dos novos tipos de peelings que tem uma tecnologia que renova a aparência da pele, a partir da eliminação das camadas cutâneas superficiais.

 

Neste protocolo, após a higienização, é feito o peeling para a esfoliação superficial através de uma espátula que emite ondas ultrassônicas em contato com a pele. A tecnologia facilita o desprendimento das células mortas e estimula a produção de colágeno. Em seguida, pode ser aplicado uma máscara com efeito antiglicante (evita a fixação do açúcar nas fibras de colágeno), mimetiza o efeito da melatonina na pele dando um ar descansado, promove anti-fadiga, e é muito indicado para bolsas e olheiras também. Esta técnica não provoca descamação e nem deixa a pele com aquele aspecto avermelhado.