A reabilitação oral é necessária para recuperar ou melhorar a saúde bucal. Pode ser feita com prótese dentária ou estética. Os objetivos da reabilitação oral é restabelecer a mastigaçãotratar infecções e melhorar a estética da boca, quando ocorre a perda de dentes.

 

O processo envolve diversas especialidades odontológicas – endodontia, periodontia, implantodontia, prótese, restaurações e estética. O sucesso da reabilitação oral está no planejamento adequado realizado por profissional experiente e especialista.

 

 

Reabilitação oral com implante dental

Um dos tratamentos para a reabilitação oral é o implante dental. O implante dental é indicado quando o paciente perde um ou vários dentes. É importante que este tipo de tratamento seja realizado por profissional experiente, com especialização em instalação de implante dentário e confecção de próteses sobre implantes dentários.

 

Em alguns casos, antes do implante dental são necessários outros procedimentos como o tratamento periodontal para eliminar infecções nas gengivas; extração de dentes infeccionados e tratamento de canais (endodontia). É por isso que a reabilitação oral envolve um planejamento antecipado.

 

O implante dental é realizado através de procedimento cirúrgico, realizado na Fisiodonto, a raiz do dente é substituída por um pino de titânio, semelhante a um parafuso, implantado no osso maxilar (arcada superior) ou mandibular (arcada inferior). Sobre o pino de titânio, será implantada a prótese (dente artificial).

 

Com o implante dental o paciente recupera a capacidade de mastigação e a estética da boca. Por ser um procedimento definitivo, o implante não causa os mesmos desconfortos de próteses removíveis ou dentaduras. Também não afeta os dentes naturais. A taxa de rejeição é mínima – 2% a 3% dos implantes – e ocorre, geralmente, logo após o implante dentário. Neste caso, é necessário fazer outro implante.

 

O implante dental só é contraindicado para pacientes que não podem se submeter a cirurgias devido a outros problemas de saúde. Há situações em que o paciente também não possui uma estrutura óssea em condições para segurar pino de titânio e a prótese. No entanto, este tipo de problema pode ser solucionado com o enxerto ósseo.

 

O período de cicatrização do implante dental dura de quatro a seis meses. Este é o tempo necessário para ocorrer a adesão do implante à estrutura óssea. O processo é concluído com a colocação da prótese sobre o implante.

 

Dependendo das condições da saúde bucal do paciente, o dentista poderá realizar o implante dentário de carga imediata, com a fixação da prótese provisória, logo após a colocação do pino de titânio. Dessa forma, o paciente não ficará sem dentes durante o processo de cicatrização dos pinos implantados.